QUANDO SE MORRE ESPIRITUALMENTE......

06/10/2014 14:36

"Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?" (Lucas 12.20).

Na grande maioria das vezes, discutimos o assunto morte, na perspectiva do outro. A conversa vem à tona quando perdemos um ente querido ou estamos diante de uma possibilidade da perda, frente a uma
realidade cruel. Somos levados a ver e a pensar na certeza do fim, diante da incapacidade humana em superar certos limites da vida.

O texto acima faz parte de um conjunto de conversas de Jesus com os fariseus.  Diante de tantas perguntas,
certo homem decide solicitar a ajuda do Mestre para que interfira na divisão de sua herança familiar. Na parábola citada, para ilustrar tão grande ganância, o Mestre ataca a avareza humana e alerta para uma proposta de vida, baseada exclusivamente nos prazeres do mundo. Fala sobre o comer, beber, festejar e
divertir-se, sem preocupar-se com o amanhã, quando não mais poderá estar entre os viventes.

Jesus chama de louco quem vive a vida somente pensando nos prazeres do mundo, sem um cuidado e preocupação com a vida espiritual. Alerta para a morte eminente, tão possível e natural a qualquer
mortal. Independente da idade, sexo, posição social ou condição financeira, somos visitados pela morte sem aviso prévio. Ela chega sem ser convidada, invade nossa vida, destrói nossa alegria e consome nossas forças.

O alerta de Jesus é um duro, porém, perfeito e completo convite à reflexão, sobre como anda a nossa vida espiritual diante do Criador. Pior que a morte física é a morte espiritual. Quando se morre espiritualmente, perde-se o contato com a verdadeira vida, sendo contaminado pelas loucuras do mundo, que nos distanciam de Deus.

Que Deus nos ilumine para quando chamados à presença do Senhor, possamos responder com alegria, certos de que nossa vida não se baseia nos prazeres do mundo, mas no banquete oferecido pelo próprio
Cordeiro de Deus.

Rev. Silas de Oliveira