Por um acaso sou eu tutor do meu irmão?

23/09/2013 09:21

Gênesis 4.1-16

Um dos assuntos mais necessários à vida comunitária e pouco falado em nosso meio cristão refere-se  exatamente à questão do  cuidado. Cuidar e deixar ser cuidado são duas máximas bíblicas necessárias a todas as pessoas que compreendem e vivenciam a beleza do amor de Deus. A pergunta de Deus a Caim, logo após a morte do seu irmão, leva-nos a pensar na preocupação divina conosco e no desejo diário em nos dar segurança, cuidando dos nossos sentimentos e emoções.  Observando rapidamente as definições propostas pelos dicionários, e somando-se a algumas preocupações bíblicas  e teológicas sobre o assunto,  descobrimos que ser tutor é ser aquele que:

1)Protege e ampara  - São dois verbos fortes. Proteger e amparar.  Mesmo Caim não estando disposto a se preocupar com seu irmão, Deus decide ser seu tutor.   Deus não aprova a atitude de Caim, muito pelo contrário, o corrige com extrema dureza,  contudo, coloca-se ao seu lado, demonstrando profunda preocupação com o seu futuro.   Esta é a máxima de Deus!. Independente da reação humana ele é o tutor maior. Dele vem proteção e amparo, inclusive nos momentos mais difíceis das nossas vidas.  Infelizmente, pouco disso podemos observar nas relações humanas. Vivemos em meio aos mais diversos problemas: - saúde, finanças, familiares em crises, e muitas vezes nenhum gesto de proteção.  Dificuldades fazem parte do crescimento. São muito importantes. Agora, proteção e amparo são imperativos bíblicos.

3) Dirige e defendeUma das funções do tutor  é mostrar o “norte” dirigindo, apontando novos caminhos e apresentando novos horizontes. 

Como é saudável contar com alguém que aponte pistas e nos ajude na eliminação de alguns “fantasmas”. Mesmo diante da resposta de Caim e do seu pecado, Deus decidi dirigi-lo e defende-lo. Somos responsáveis pelo outro e isto é um imperativo bíblico. Mesmo em meio aos erros e conflitos da vida, Deus exige que cuidemos uns dos outros.

3) Cuidado e Pastoreio - Nosso desafio é pastoral! Pastoral é o trabalho da Igreja! Pastorado é o trabalho do pastor! A Igreja exerce pastoral sobre as pessoas. Somos responsáveis uns pelos outros.  Todos  temos dúvidas, entramos em crises, perdemos o rumo e carecemos de alguém que nos ajude na caminhada. Todos somos ovelhas do Pastor Maior:  -  às vezes dóceis, outras vezes rebeldes, mas somos ovelhas. Se não estivermos, curados, convictos da vocação, sofreremos  e levaremos a Igreja a sofrer. Juntos, é possível curar as feridas e resgatar vidas. Somos chamados a pastorear!

Há um pouco de Caim em cada de nós. Temos dificuldade em assumir a responsabilidade de cuidar do outro. Alguém já disse que a Igreja é a única comunidade de batalhas que muitas vezes deixa os seus feridos pelo caminho. Que isto nunca aconteça conosco. Que possamos olhar a dor do próximo como sendo a nossa dor. Que possamos ser a Igreja do cuidado, da proteção, da segurança e do amparo apontando a direção a  seguir. Que Deus ilumine no cumprimento da nossa vocação!

 

Rev. Silas de Oliveira