POR QUE COMEMORAR O “31 DE JULHO” ?

16/07/2012 12:15

Sempre que chegamos ao mês de julho ouvimos o anúncio de convites referentes à comemoração do aniversário da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil.  Talvez, devido aos mais diversos motivos,  nunca tenhamos parado para pensar  no por que de tão importante comemoração. Creio que alguns pontos devem ser destacados como sendo motivos mais que convincentes, que demonstram o quanto necessitamos conhecer e vivenciar a história da nossa denominação.

  1. Comemoramos para recordar e conhecer a nossa história - Toda a comemoração de aniversário traz à memória um pouco da história de nossas vidas. Olhamos para os anos vividos e recordamos os momentos alegres ou tristes pelos quais passamos. É uma oportunidade de olhar para dentro de si mesmo e analisar os anos que se foram. Com a Igreja não é diferente! Aliás, nossa história volta-se ao ano de 1903. Em uma noite de 31 julho, sete pastores e quinze presbíteros decidiram iniciar uma nova caminhada, formando assim a Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. Não estamos recordando ou conhecendo uma história qualquer. Estamos falando de uma história que soma 109 anos de existência. Com tanto tempo de existência podemos perguntar: o que conhecemos da história da nossa Igreja? Toda a comemoração tem um motivo e nosso motivo é mais que centenário.

        2.  Comemoramos para analisar o presente e projetar o futuro - Se olhamos para  passado e com ele aprendemos, podemos analisar cuidadosamente o nosso momento atual. Ao comemorarmos nosso aniversário, somos conduzidos a observar nossa caminhada,  diante dos nossos erros e acertos como Igreja local, família, pais, filhos e cidadãos em uma sociedade sem Deus. Em meio à alegria da comemoração olhamos para dentro de nós mesmos e reagimos frente aos desafios da vida. Após uma cuidadosa análise, nos reunimos para projetar o futuro confiados na proteção divina. Nada subsiste sem projetos sólidos. Se a IPI prevaleceu até aqui é porque um projeto maior vindo da parte Deus tem sido a ela confiado  durante toda a sua história. Quando submetemos nossos projetos à opinião divina, em Cristo somos mais que vencedores.

      3.   Comemoramos porque temos um coração agradecido - Ninguém participa de maneira espontânea de uma festa se estiver pesado de coração. Com a Igreja não é diferente! Quantas vezes a Igreja não foi e continua sendo sinal de bênçãos em nossas vidas? Infelizmente poucas vezes recordamos e agradecemos. Deus fez uso da Igreja para nos abençoar e nos receber em seu Reino. Quem não tem um coração agradecido não consegue entender os propósitos divinos para a sua Igreja. Ele deseja usa-la diariamente para abençoar vidas que entram constantemente  por suas portas.  Perguntamos: como está o nosso coração em relação à Igreja? Será que muitas vezes não achamos que a Igreja é sempre devedora? O que temos feito para que ela cresça no conhecimento da Palavra e na conquista de almas para o Reino de Deus?

 

Olhando para os questionamentos acima,  concluímos que há muitos  motivos para comemorar. Demonstre seu amor a Deus amando a Igreja na qual o Senhor te colocou. Isso pode ser feito através da oração, da frequência nos trabalhos, na evangelização, no testemunho, na fidelidade nos dízimos e ofertas e em tantas outras situações. Procure aprender a bela história de sua Igreja, “porque grandes coisas o Senhor tem feito por nós, por isso estamos alegres” ( Salmo 126.3 ).

 

    Rev. Silas de Oliveira