NA COVA DOS LEÕES

11/03/2013 09:01

“Daniel, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas do lado de Jerusalém, três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer” (Daniel 6.10).

 

Daniel é um dos grandes exemplos de homens de oração existentes na história bíblica. Sua vida foi marcada pela disciplina da oração, sempre em favor de seu povo, mesmo estando em profunda dificuldade ou perigo.

Ao saber da decisão do rei em não permitir que por trinta dias ninguém pudesse fazer súplicas a outro deus, imediatamente se pôs de joelhos diante do Deus de Israel. O resultado de sua oração não foi o que humanamente esperava, pois no dia seguinte foi jogado aos leões.  A surpresa de todos e principalmente do rei, foi encontrá-lo um dia depois, vivo e são, sem nenhum ferimento ou dor.

A vida humana é marcada pelas aflições, perigos e muitas vezes, profundo sofrimento. Quantas não são as vezes que somos surpreendidos pelas dificuldades que surgem do nada e transformam nossa vida e de nossa família em um turbilhão de lágrimas. Quantas não são as vezes em que temos profunda dificuldade em aceitar a situação, diante da eventualidade da perda e o medo da dor.

Daniel sabia que sua vida corria perigo. Tinha total consciência dos riscos que enfrentava, contudo, não deixou de orar e buscar a orientação do seu Deus.  Deus não mudou o decreto do rei, mas transformou uma situação de risco em bênçãos, tanto a Daniel, quanto ao povo de Israel.

Necessitamos aprender com o servo de Deus. O verdadeiro cristão se entrega à soberania divina, consciente de que o melhor vem de Deus. Nem sempre é o que desejamos, sonhamos ou até mesmo oramos. Não ficamos determinando a nossa vontade ao Senhor, mas nos submetemos às suas decisões, mesmo sabendo que corremos o risco de passar pelo vale da sombra da morte.

Que bom saber que Deus sempre tem o melhor para aqueles que, diariamente, se colocam de joelhos buscando conhecer a sua vontade e os seus projetos para as nossas vidas. Experimente em sua vida a alegria e o consolo diário da oração!

 

Rev. Silas de Oliveira