JESUS, O PÃO DA VIDA

15/02/2011 08:33

 João 6.22-40

 

Pão é o tipo de alimento irresistível. O pão quentinho, seu cheiro e sabor nos leva à imaginação e ao desejo, mesmo que a fome não seja tão intensa. Jesus, em sua infinita sabedoria, usou da sua capacidade de ensino, para através do alimento universal ( pão), nos atrair para mais perto de si.

 A narrativa registrada no texto acima é profundamente significativa. Tudo acontece logo após a multiplicação dos pães e dos peixes (6.1-15). Ao realizar o milagre da multiplicação, Jesus não raciocina sob as bases do sistema econômico. Ele apenas quer saber se há comida para o povo. Não está preocupado com o número de pessoas, frente à quantidade pequena de pães e peixes, pois, afinal de contas, sete é o número da totalidade e da plenitude, e isto bastava para Jesus.

 No dia seguinte, ao ser procurado pelo povo ( 24 e 25 ), o Mestre toma uma atitude dura e inesperada. Ordena ao povo que trabalhe por outro tipo de comida.  “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste”.  Qual a comida que subsiste? Para Jesus é aquela que produz vida e vida em abundância. Ele é o verdadeiro pão que desceu do céu e deu vida ao mundo ( 33 ).

 Ao alimentar uma multidão faminta, Jesus ensina que existe outro tipo de pão. Ele é o Pão que   alimenta, mata a fome e produz esperança. Sabemos que uma pessoa alimentada vê a vida com outros olhos. Faz brotar novamente a esperança, colocando-se em pé. Espiritualmente falando,  um cristão mal alimentado torna-se vulnerável a todo tipo de doença espiritual

  Necessitamos responder as seguintes perguntas: Que tipo de alimento buscamos a cada dia? Buscamos somente o Cristo dos milagres ou o Cristo da cruz?   Necessitamos aprender diante da Mesa do Senhor sobre a beleza da partilha, porque pão partilhado é pão abençoado. Jesus é o pão da vida, que nos recebe e nos alimenta com alimento eterno. 

 Permita que sua vida receba diariamente os cuidados do Pão da Vida, Cristo Jesus, nosso Salvador.

 

Rev. Silas de Oliveira