GRAÇA SOBRE GRAÇA

14/01/2013 10:43

    Deus se revelou como o Deus de toda a graça, mas como é difícil acreditar nisso! Nossos sentimentos naturais são expressos pelo servo da parábola dos talentos: “Porque tive medo de ti, que és homem rigoroso” (Lucas 19:21). Em nossa essência humana há uma natural falta de entendimento da graça de Deus. Pensamos que a graça significa Deus passando por cima do pecado. Pelo Contrário!

    O pecado para Deus é algo tão horrível e asqueroso que Ele não pode tolerar, e nada além da graça pode satisfazer as necessidades do pecador. Se o pecador pudesse corrigir seus caminhos e seu coração, não precisaria de graça alguma. No momento em que compreendo que sou um pecador e que o Senhor veio até mim porque Ele conhecia a plena extensão e miséria do meu pecado, então também posso entender o que a graça é. E então percebo que a graça de Deus é maior que meu maior pecado.

    É bom perceber que o Senhor, o qual rendeu Sua vida por mim, é mesmo Senhor com qual tenho que lidar todos os dias de minha vida. A forma como Ele trata comigo se baseia nos mesmos princípios da graça. Quão precioso e encorajador é saber que o Senhor Jesus está neste exato instante exercendo o gracioso amor para comigo quequando Ele morreu na cruz por mim.

    Imagine, por exemplo, que eu tenha um mau temperamento que seja difícil de superar. Se eu levar isso ao Senhor Jesus, então virtude sairá dEle para satisfazer a minha necessidade. Meus próprios esforços nunca serão suficientes. O real poder é o resultado da graça que procede do coração do Senhor. Se, em Sua presença, temos de ser como somos, descobriremos que Ele irá nos mostrar graça sobre graça.

 

 

Extraído de “Boa Semente”  - Meditações Diárias