GERADOS NO CORAÇÃO DO PAI Gálatas 4.1-7

21/08/2012 10:09

Quando lemos as orientações citadas pelo apóstolo Paulo no texto acima e dirigidas aos cristãos das igrejas da galácia, é possível perceber  sua profunda convicção quanto ao verdadeiro sentido de ser considerado filho de Deus. Paulo trata do assunto destacando o aspecto da adoção. Esta adoção tem o sentido de ser gerado através de um ato de amor, portanto, ela nasce no coração. Somos gerados no coração do Pai, recebendo assim o privilégio da adoção,  através do sacrifício do Filho.

Na opinião do apóstolo, agora estamos sob o tempo da graça. Vivemos o momento de em Cristo redescobrimos a beleza da vida, pois a lei maior é a lei do amor. Em tempos passados, vivíamos na miséria, sendo dominados pelo pecado, sem nenhum controle da vida. Em Cristo brota a esperança, pois na plenitude do tempo, o Pai enviou seu Filho para nos resgatar da condição de escravos. O resgate divino custou o preço da cruz, sendo a cruz o sentido maior da nossa liberdade.

Adotados por Deus e transformados pelo seu poder,  descobrimos  que temos um futuro e podemos viver em esperança. Nada melhor pode existir, em saber que fomos adotados pelo  Pai, sendo gerados em seu próprio coração.   Quantos pais não estão precisando gerar seus filhos no

coração.  Muitos foram gerados no ventre, mas ainda não o foram no coração.

Uma pequena ilustração nos ensina que um garoto brincava no quintal de sua casa, quando inventou de empurrar uma enorme pedra, claramente superior às suas próprias forças. Empurrou-a com as mãos, com os pés, com as mãos e uns dos pés, com o corpo, de costas, e a pedra não se movia. Aí, seu pai que observava disse: “Você ainda não usou todos os recursos, filho”. “Usei, sim, papai”, respondeu o pequeno já quase chorando. “Não”, replicou o pai, “você ainda não pediu a minha ajuda”. Não é o que fazemos muitas vezes tentando resolver ou remover sozinhos certos problemas, esquecidos d´Aquele que é o nosso Ajudador?

Deus é o nosso Pai Maior. Nunca se esqueça disto! Para sua vida Ele tem sempre o melhor.

 

Rev. Silas de Oliveira