DE PAI PARA FILHO....

12/08/2011 11:16

  

“Honra teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus, te dá” ( Êxodo 20.12 ).

 

 Este é o único entre os dez mandamentos no qual encontramos uma preciosa promessa: a promessa de uma vida longa e abençoada! A cultura judaica sempre procurou valorizar as relações familiares, particularmente nas questões entre pais e filhos. Durante os preparativos para a entrada no povo na Terra Prometida, surge a preocupação divina em orientar a nação quanto à necessidade de uma abençoada vida em família. Na opinião divina, a bênção sempre teve uma estreita ligação com a obediência.

 A palavra “honra” tem exatamente esse sentido, ou seja, o de obedecer. Os filhos deveriam se curvar diante da autoridade dos pais, buscando suas orientações para que pudessem ver seus dias sendo prolongados na face da terra. Por outro lado, a responsabilidade dos pais determinava uma estreita ligação com Deus, buscando no Pai Maior, sabedoria para a orientação do seu lar. Os pais não deveriam usar da autoridade para submeter seus filhos à humilhação e tristeza, mas utilizá-la para o fortalecimento da fé, visando um futuro abençoado a todos os seus familiares.

 Penso que o mandamento acima nos traz uma belíssima mensagem neste Dia dos Pais. Vivemos em uma sociedade aonde inúmeros jovens tem suas vidas ceifadas devido à desobediência ou a falta de Deus no coração dos seus pais. Inúmeros são os pais que somente colocam seus filhos (as) no mundo, deixando-os para que o próprio mundo os crie. Pensam que com um valioso presente de aniversário são capazes de suprir a falta de carinho, amor e diálogo tão desejado. Vivem se enganando e em muitos casos matando seus próprios filhos. De forma semelhante, quantos são os filhos que conhecem a Palavra de Deus, tem o exemplo de seus pais dentro da casa do Senhor e decidem trilhar um caminho distante do Criador. Vivem a experimentar as ofertas do mundo sem perguntar o preço e muito menos suas conseqüências.

 É tempo de declarar o verbo obedecer. Nosso mundo carece de pais e filhos conscientes da obediência ao Criador, através de sua palavra. Nossas famílias somente serão abençoadas quando ambos reconhecerem a soberania do Senhor sobre seus lares e juntos se prostrarem diante da autoridade do nosso Pai Eterno.

 Que neste Dia dos Pais possamos declarar nosso amor, através de gestos e palavras, sob o cuidado abençoado de um Pai que merece toda a honra e toda a glória!

 Um feliz e abençoado Dia dos Pais!

 

 Rev. Silas de Oliveira