COMO OS NOSSOS PAIS

09/08/2010 14:42

 Quantas foram às vezes em que você se deu conta de que estava imitando seu pai ou sua mãe em gestos, palavras ou atitudes? Com toda a certeza em algum momento de sua vida isso já aconteceu. Apesar de nos considerarmos independentes, crescidos e cheios de vida, haverá sempre em nós a marca de pessoas que nos educaram e nos deram condições de viver.

 A frase acima, cantada por diversos artistas em prosas e versos, demonstra com clareza uma grande realidade da vida humana. O tempo passa, crescemos, estudamos, casamos e temos filhos. Contudo, repetimos usos e costumes, tomamos atitudes e decisões muito parecidas com aquelas que pelos nossos pais foram tomadas em relação à nossa formação. Assim acontece em todo o ciclo da vida e em toda a história da humanidade. Os erros e acertos de Abraão foram repetidos por seu filho Isaque e por seu neto Jacó. Da mesma forma encontramos exemplos na vida de Davi, que foram imitados por seu filho Salomão e deste por seus filhos, e assim sucessivamente em muitos outros personagens bíblicos.

 Por outro lado a Bíblia nos traz uma palavra de consolo, segurança e esperança quando fala a respeito da obediência e imitação das atitudes corretas de nossos pais. Quando olhamos para os pais e neles enxergamos Cristo, podemos seguir com firmeza a nossa caminhada. Viver assim a vida cristã significa vida para a eternidade.

 Nunca deixaremos de imitar, em alguma coisa, aos nossos pais. Isto faz parte da própria natureza humana. Reconhecemos que há gestos e comportamentos que marcam nossa vida e constroem nossa personalidade. Infelizmente, precisamos confessar que há casos em que os exemplos e as atitudes seguidos nem sempre demonstram uma vida de caráter moldado sob os princípios cristãos, baseados na Palavra de Deus. Busquemos seguir exemplos de vida e de paz. Sejamos imitadores de gestos e atitudes que nos dêem a certeza do amanhã conduzido pela boa mão de Deus nosso Pai.

 Estamos no segundo domingo de agosto – Dia dos Pais. Deus deseja em sua infinita misericórdia alcançar sua vida e todo o seu lar. Ele é o nosso Pai Maior, cheio de amor e ternura que devemos imitar em todos os momentos da nossa vida. Dele vêm os verdadeiros exemplos que nos darão condições de educar os nossos filhos sob a orientação da Palavra que traz salvação. Permita que Ele habite em seu coração. Comprometa-se com o Cristo que morreu na cruz em favor de toda a humanidade, devido ao grande amor de Deus. Façamos do nosso lar um verdadeiro templo de adoração e louvor a Deus.

 

Um abençoado Dia dos Pais a toda Igreja!

  

Rev. Silas de Oliveira