“BROTAM AS FLORES NA TERRA!” Cantares 2.12a

24/09/2012 12:40

Com a expressão acima o autor de Livro de Cantares  anunciou a chegada da nova estação. Para ele, havia algo novo no ar. O inverno havia cessado,  cumprindo a sua missão como período do frio, e agora dava lugar às flores que brotavam no campo, como manifestação do poder divino sobre toda a criação.

Quando lemos todo o texto citado acima, descobrimos que a beleza da primavera somente tem sentido à vida do autor bíblico, em razão do grande motivo de sua alegria. Refiro-me às belíssimas declarações de amor encontradas em todo o livro. Todo o seu falar está voltado a dizer à sua amada que a ama e por ela é amado.  Para ele, não há sentido em ver a beleza das flores e sentir o seu perfume, sem ter a certeza da presença de um sentimento maior que dá unidade ao relacionamento do casal.

Estamos iniciando a nova estação. A  primavera chegou e com ela a expectativa do novo, através do brotar das flores e plantas anunciando que há algo novo no ar.  A terra transforma-se em um grande canteiro a manifestar o poder divino da criação. É Deus mesmo, o grande Criador, que dá vida às plantas, preparando a terra para receber a semente do novo e o perfume das flores.

Deus nos convida a tão bela celebração! Contudo, nada disto terá sentido em nossas vidas se a semente do amor não estiver sendo plantada, pelo próprio Deus, em nossos relacionamentos. Podemos plantar,  colher e doar inúmeras flores, porém, sem o perfume do amor, o maior de todas as flores, nada se aproveitará.

Que nesta nova estação brote constantemente em nossas vidas a semente do amor de Deus, produzindo alegria, paz e harmonia em todos os nossos relacionamentos. Louvemos ao Deus da criação!

 

Rev. Silas de Oliveira